o tempero da mamãe…

253680_a1

cheguei em casa morto de fome, trabalhei o dia inteiro e estava sonhando com um prato de arroz, feijão e um belo ovo frito em cima… ai que delícia!

entrei na minha minúscula cozinha e fui pegar os ingredientes para minha façanha culinária… arroz… não tem… ta, podemos substituir por macarrão… também não tem… quem sabe um miojo? pelo amor de Deus, eu só quero comer… nada… nem um míserio grão de feijão… a comida evaporou e eu nem vi…

com a roupa do trabalho ainda, peguei o carro e voei pro supermercado…

arroz e feijão, o mínimo!

salgadinhos porque todo gordinho gosta né?

friturinhas pra comer quando se tem crise d gordo na madrugada…

q mais? ahhh tempero… não tinha tempero…

fui pro corredor de temperos, peguei sazon, caldo de frango, carne… parei.

aquela embalagem não me era estranha… lembranças de um tempo rescente, onde eu reclamava da falta de criatividade culinária da minha mãe… é… era aquele o maldito tempero que a “dona” antônia usava… 

corri com a mão aos olhos, porque o choro foi instantaneo… semana que vem faz 4 anos que ela se foi…

que saudade me bateu de comer aquela comida xoxa e sem graça que ela fazia com tanto amor…

me senti tentado a levar um pote do tempero… não tive coragem, o gosto era muito ruim… e acabaria não usando…

pra quem pensa que só sentimos saudades de coisas boas… tem coisas não tão boas que fazem falta também…

o tempero da minha mãe… é uma dessas coisas

ela era uma louca mulher (no sentido literal, esteve internada 3 vezes), briguenta como era, já tinha saido aos tapas e socos com todas as vizinhas da rua e mais algumas…

não foram poucas as vezes que tive que separar minha mãe de uma briga… seja com meu pai, com vizinhos, minhas irmãs…

embora eu fosse o caçula que ela paparicava, também levava umas boas surras dela… baixinha e magra, mas forte como um touro…

olhando agora nos dedos que escrevo esse texto, vejo uma cicatriz que ela fez em mim numa dessas brigas…

alagoana como era, não tinha medo de usar uma faca… mesmo que fosse no seu próprio filho…

se fosse pra escolher, perderia o dedo, só pra poder comer mais uma única vez aquele arroz com feijão e ovo frito na margarina… o tempero não era bom mesmo… o arroz e o feijão eram secos e sem graça… mas o sorriso de satisfação quando me servia aquele prato… ahhh, esse era o melhor tempero que eu jamais provei… trocaria qualquer prato refinado, dos melhores restaurantes do mundo… pra ter esse tempero na minha vida..

ela foi e é a coisa mais preciosa que jamais tive…  e acredito, já mais vou ter… mesmo não sabendo cozinhar muito bem…

 

 

with love

 

 

mister angel.

Anúncios

4 comments so far

  1. Mr. T on

    Sinto muito pela sua mãe. Comida de mãe é priceless… Me senti um pouco envergonhado, sempre reclamava da comida la de casa…

    Valeu…

  2. Autor on

    Ai, amigo!
    Eu nesses dias de bichice, venho aqui e leio isso.
    Chorei, claro!
    Uó esse negócio de ficar chorando lendo blog.

    Hj, vindo pra casa do trabalho, peguei o telefone e liguei pra minha mãe.
    Só pra dizer que tava com saudade dela.
    Ela achou tão bonitinho.
    E eu me senti querido, pois tenho os melhores pais do mundo todo, mesmo não estando tão presente na vida deles.

  3. Fábio Nunes on

    Olá!
    O caso é que não sentias a falta do tempero da comida e sim da presença de sua mãe. E quem não sentiria? Afinal mãe é mãe, e por mais ruim que fosse a comida, qualquer um comeria se isso voltasse ao passado.
    Mas como isso não acontece, o melhor é afogar as mágoas num prato de comida, e depois com muita sobremesa!

    Fábio.

  4. Daniel on

    Ai ai amigo, que lindo.

    Mãe é mãe né.

    Te amo lindo.

    E eu to melhor sim. Tentando escrever poesias criptografadas rsrs.

    Beijo.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: